Booking.com

Viaje pro Litoral do Paraná - Viva essa experiência!

Foto Divulgação - ILHA DO MEL (PARANAGUÁ) /PR 

Situada no litoral do estado do Paraná, a cidade de Paranaguá oferece vários atrativos com valor histórico e cultural. Em seus casarões antigos com fachadas de azulejos e ladeiras de pedras, é possível apreciar as marcas da colonização portuguesa, e seu centro histórico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
 

No centro, você pode visitar o Antigo Colégio dos Jesuítas, a antiga Rua da Praia (com edificações em estilo neoclássico) e a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário (Paranaguá ao redor da igreja, que é marco central da cidade).
Ali também está o Mercado Municipal do Café, que abriga um centro gastronômico com diversas opções de pratos à base de frutos do mar e quitutes como pastéis de vários sabores. As manifestações gastronômicas e culturais deixam os visitantes deslumbrados.
Um exemplo da rica gastronomia local é o barreado (prato típico do Paraná à base de carne cozida). Outras atrações da cidade são o Mercado de Artesanato, com itens produzidos em cipó e outros materiais, e o Fandango Caiçara, expressão musical, poética e coreográfica classificada como patrimônio cultural imaterial pelo Iphan.

FOTO: NOSSO LITORAL
Paranaguá também oferece belos atrativos naturais, como a Baía de Paranaguá, reconhecida pela Unesco como patrimônio natural. O destino abriga ainda grandes áreas de manguezais e diversas ilhas, sendo a principal a Ilha do Mel, com praias sensacionais. Um dos atrativos da Ilha é a Gruta das Encantadas, cujo nome vem da lenda que diz que o local era habitado por sereias.

GUARATUBA /PR - Foto: Marcos Pilarski

Com 22 km de orla, Guaratuba oferece boa infraestrutura de serviços e de lazer, mas não perdeu o clima de vila de pescadores. É comum observar rústicas embarcações colorindo as praias de águas transparentes, em especial a de Caieiras, onde há uma colônia e a pesca é praticada diariamente. Na alta estação, o burburinho se concentra na praia Central. O mar calmo e a localização atraem banhistas de todas as idades. Já Brejatuba, a dois quilômetros, é ponto de encontro da turma do surf. De mar aberto, tem boas formações e uma bela vegetação natural.



Não raro, é sede para campeonatos estaduais. Um passeio imperdível na região é o de barco pela Baía de Guaratuba. Com status de Área de Proteção Ambiental, reúne rios, ilhas, mangues e vegetação típica. A paisagem especial ganha contornos ainda mais estonteantes na hora do pôr do sol. O roteiro mais concorrido é o que leva ao Salto do Parati, uma agradável cascata que forma uma imensa piscina natural. Para chegar à queda é preciso caminhar por uma trilha repleta de pássaros, antigas construções, ponte pênsil e muitas plantas nativas. Já no centro da cidade, vale visitar a igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso, na praça Alexandre Mafra. Construída em 1768, tem fachada típica das capelas litorâneas da época, enquanto o interior aconchegante guarda a imagem da padroeira.

ANTONINA /PR
 Antonina tem seu conjunto histórico e paisagístico tombado como Patrimônio da União. Possui uma paisagem privilegiada, emoldurada pelos morros circundantes e pelas escarpas da Serra do Mar, com vegetação exuberante, sendo banhada pelas águas tranquilas da Baía de Antonina, onde o Atlântico avança com mais profundidade em toda a costa brasileira. O cenário bucólico do centrinho histórico é um dos cartões-postais da cidade.
 
 De frente para a Baía de Antonina e contornado por uma cadeia de montanhas da Serra do Mar, o espaço é salpicado por coloridos sobrados coloniais e calçamentos em pedra. Completam a paisagem as ruínas de um antigo porto, responsável pelo escoamento da erva-mate no século 19. Nos arredores, as atrações ficam por conta da natureza. Com boas corredeiras, o rio Cachoeira é um dos mais concorridos quando o assunto é rafting. As descidas acontecem em um trecho de três quilômetros e duram cerca de uma hora e meia. O ponto de partida da aventura é a Estrada do Bairro Alto, onde a pedida é fazer caminhadas por trilhas e tomar banho nas cascatas. Os adeptos do montanhismo se encontram no Pico do Paraná, na divisa entre Antonina e Campina Grande do Sul. Com 1.962m, é o maior do estado. Para repor as energias, aposte no prato típico da cidade, o Barreado. A iguaria é preparada em panela de barro e feita com pedaços de carne e farinha de mandioca. O cozimento dura três horas e o prato, de dar água na boca, é servido acompanhado por banana da terra e laranja.

MORRETES /PR
Distante apenas 70 km de Curitiba, situada à beira do rio Cubatão e ao pé da Serra do Mar Paranaense, Morretes é uma cidade encantadora, de muita história e de natureza bem preservada. Para começar a sua viagem e aproveitar as belas paisagens dignas de cartão-postal, uma opção é pegar o trem e fazer o percurso pela centenária Estrada de Ferro Morretes-Curitiba, que atravessa todo o conjunto serrano. Você pode apreciar as belezas das montanhas e ter uma vista privilegiada do cânion Garganta do Diabo e da cachoeira Véu da Noiva.


A natureza em Morretes encanta seus visitantes e oferece vários atrativos para a prática de ecoturismo e turismo de aventura. O Parque Estadual Pico do Marumbi, reconhecido pela Unesco como patrimônio mundial, abriga uma incrível paisagem de Mata Atlântica, várias trilhas, cachoeiras, e é o ponto ideal para a prática de montanhismo por oferecer vários graus de dificuldade e modalidades de escalada. Outro atrativo imperdível da região é conhecer a culinária típica, como o famoso barreado, prato de carne cozida em uma panela de barro durante quase 20 horas. A carne fica no ponto para ser desfiada e é servida com arroz, farinha de mandioca, bananas e laranjas.

MATINHOS /PR
A cidade possui boa infraestrutura de turismo para receber os milhares de visitantes, principalmente no réveillon e no carnaval. hotéis, parques aquáticos, pousadas, campings, comércio, restaurantes típicos e internacionais, bares e muito mais estão à disposição dos veranistas e turistas que correm para suas areias brancas a cada temporada ou feriado prolongado.

A praia central de Matinhos, com águas agitadas e pouco profundas, é muito procurada por surfistas. À beira-mar localiza-se um mirante, construído sobre uma formação rochosa do qual se tem uma visão panorâmica do aglomerado urbano e das praias e balneários do norte do município, o pico de Matinhos.

GUARAQUEÇABA /PR
Conheça a História

Entre 1638 e 1646 Gabriel de Lara, fundador da Capitania de Paranaguá, descobriu uma rica lavra de ouro nas encostas de Serra Negra. Revelado o achado vieram mineiros e aventureiros de vários lugares para explorar a região.  Em seguida chegaram os jesuítas, que fundaram em Superagüi  um primitivo núcleo populacional. Porém só no século passado com a construção da Capela de Bom Jesus dos Perdões no morro do Quitumbê é que foram surgindo em torno dela as primeiras construções, formando em pouco tempo o povoado, elevado em 1854 à Freguesia  e em 1880 a município e em 1938 anexado novamente à Paranaguá como simples distrito. A sua autonomia só aconteceu em 1947 voltando então a categoria de município.

Como Chegar

Via Terrestre
DE CARRO
 - Partindo de Curitiba você deve ir em direção ao litoral, BR277,  após a descida da Serra pegar a PR408 (Morretes/ Antonina). Chegando em Antonina pegar a PR440 por 18 km e finalmente seguir pela PR405 (estrada não pavimentada com 75km). Percorrendo um total de 174km.
 (Passeio Recomendado), Outra alternativa é seguir de Curitiba pela BR116 (São Paulo), e pegar a Estrada da Graciosa (acesso bastante sinalizado) e seguir sentido Antonina com os mesmos procedimentos pela PR405.

DE ÔNIBUS 
Saindo de Curitiba diariamente pela Viação Graciosa.
 Horários: Saindo de Curitiba às 7horas.
 Saindo de Guaraqueçaba às 17horas.
 A viagem dura aproximadamente 5 horas.

Via Marítima 

Um passeio pelas baías de Paranaguá e das Laranjeiras de aproximadamente 2horas e meia. Saída dos trapiches de Paranaguá próximo ao Mercado Municipal.
Saídas de Paranaguá
 9:00 horas
 13:00 exceto domingos e feriados
 14:00 exceto domingos e feriados
Saídas de Guaraqueçaba 
6:30  exceto domingos e feriados
 7:00 exceto domingos e feriados
 14:00 horas.


PONTAL DO PARANÁ /PR 
Como em todo litoral brasileiro, Pontal do Paraná foi inicialmente povoado pelos indígenas.

Sua história política inicia-se por volta de 1983, quando começaram as primeiras movimentações para a criação de um novo município, com sede na área compreendida entre os balneários de Pontal do Sul e Monções.

Dessa forma, foi desmembrado do município de Paranaguá pela Lei nº 11.252 de 20 de dezembro de 1995 e implantado em 01 de janeiro de 1997, sendo seu primeiro Prefeito Hélio Gaissler de Queiroz.

Pontal do Paraná possui lindas paisagens e beleza rara espalhadas nos seus 23 quilômetros de areias brancas e águas mornas e limpas, um irrecusável convite para longas caminhadas acompanhadas de perto pelas gaivotas e atobás que brindam os visitantes com seus voos sincronizados sobre ondas do mar.

VIAJE PRO SUL 
Compartilhar Google Plus

Nosso Litoral

Nosso litoral é um blog para divulgar as belezas do litoral paranaense, assim como os costumes, gastronomias, pontos turísticos, hotéis, pousadas, restaurantes, contos, lendas, histórias e muito mais!
    E ai, o que achou?
    Comente com o Facebook