Corpo de Bombeiros dá dicas para prevenir afogamentos



O Corpo de Bombeiros reforça orientações para garantir a segurança dos banhistas nas praias, piscinas e no Interior do Paraná.
Para evitar esse tipo de incidente e garantir a segurança de quem deseja aproveitar as altas temperaturas, os bombeiros dão dicas para que a população possa se prevenir e aproveitar o verão. De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros Fernando Tratch, o maior número de ocorrências de afogamento acontece com homens com idade entre 16 a 23 anos.
Ele explica que buscar diversão nas cavas nesta época do ano é comum. Porém, pode ser perigoso, já que não há como saber qual é o relevo do local escolhido para banho – pode haver buracos, galhos, limo ou outros obstáculos que dificultam ou impedem a saída da água.
A prática de brincadeiras como saltos a partir de estruturas elevadas, como pedras e pontes, também devem ser evitadas em função do risco de acidentes relacionados a lesões da coluna vertebral, na cabeça, braços e pernas.

“Nas praias, procure sempre um local protegido por guarda-vida, pois o bombeiro estará próximo para fazer o atendimento e assim evitar que o pior aconteça. Em locais onde não existem postos de guarda-vidas, a recomendação é ficar em uma profundidade em que a água não ultrapasse o umbigo. Assim, se houver algum imprevisto, a pessoa tem boas chances de se salvar sozinha”, afirmou Tratch.
O capitão também ressalta que ao presenciar qualquer situação de emergência, é fundamental procurar imediatamente um posto do Corpo de Bombeiros ou ligar para o número 193.
Confira algumas medidas de prevenção ao entrar na água.

PRAIAS – Na orla da praia ficam distribuídas bandeiras de identificação que indicam a condição do mar naquele local. As bandeiras verdes sinalizam que o ponto é apropriado para banho e que é baixo risco de afogamento. As amarelas mostram que é preciso atenção ao entrar no mar e que o local é de médio risco. As bandeiras vermelhas alertam que o ponto é impróprio para banho, com alto risco de afogamento. As bandeiras amarelas com vermelho delimitam onde estão os postos salva-vidas e, portanto, os locais mais indicados para banho.

PISCINAS – A orientação do Corpo de Bombeiros com relação às piscinas é manter a supervisão constante de crianças, principalmente menores de nove anos, idosos e pessoas com deficiência. Também é importante estar alerta aos ralos e sistemas de bombeamento e filtragem para evitar sucção de cabelos e membros do corpo. Outra orientação é não utilizar objetos de vidro nas imediações.


Para maiores informações sobre locais adequados para banhistas, consulte o site do Corpo de Bombeiros do Paraná.

www.bombeiros.pr.gov.br.

Foto: Jonas Oliveira/ANPr
Fonte: Verão Paraná
Compartilhar Google Plus

Nosso Litoral

Nosso litoral é um blog para divulgar as belezas do litoral paranaense, assim como os costumes, gastronomias, pontos turísticos, hotéis, pousadas, restaurantes, contos, lendas, histórias e muito mais!
    E ai, o que achou?
    Comente com o Facebook