Como se divertir sem falir



Está sem dinheiro e não sabe como aproveitar as férias?  O Ministério do Turismo listou algumas opções baratas para você se programar

Por Carolina Valadares
Já pensou em tirar férias e gastar pouco?  Se você acha que esta é uma combinação impossível, o Ministério do Turismo mostra que tem muita coisa para fazer por um precinho camarada e até mesmo no melhor estilo “0800”, ou seja, totalmente gratuita.
Listamos algumas atividades para todos os gostos e o melhor, também fazem bem para o bolso. Tudo para ajudar você que está de férias e não sabe como aproveitar o tempo livre em sua cidade ou no destino escolhido.

Parques e Praças – Toda a cidade tem um belo parque ou praça e essa pode ser uma boa pedida para o final da tarde. A programação pode ser variada: praticar exercícios, andar de bicicleta ou patins, apreciar a paisagem ou ainda melhor, reunir os amigos para um piquenique com muitas delícias. Não esqueça de levar um saquinho para recolher o lixo e manter o local limpo para os próximos encontros.

Cachoeiras - O contato com a água relaxa e os passeios em cachoeiras são uma ótima pedida para os dias quentes. Mas é preciso tomar cuidado, no verão o aumento de chuvas faz com que o volume de água dos rios fique mais alto e a correnteza mais forte. Informe-se antes se a visita é permitida, se a entrada é gratuita ou qual o valor cobrado e também se é necessário guia para visitar o local.

Praias – Se tem um programa que combina com o verão e com a proposta de gastar pouco, nada melhor do que curtir um belo dia na praia – seja ela de rio ou de mar –, um simples mergulho pode fazer toda a diferença. Só não dá para esquecer da hidratação e dos cuidados básicos como uso de protetor solar e boné para evitar que a programação vire uma grande dor de cabeça. Fique atento também as sinalizações que indicam qual local é mais seguro para ficar.


Leia mais

Foto: Nosso Litoral
Compartilhar Google Plus

Nosso Litoral

Nosso litoral é um blog para divulgar as belezas do litoral paranaense, assim como os costumes, gastronomias, pontos turísticos, hotéis, pousadas, restaurantes, contos, lendas, histórias e muito mais!
    E ai, o que achou?
    Comente com o Facebook