A fortaleza


A construção da Fortaleza N. Sra. dos Prazeres é uma das primeiras referências históricas sobre a Ilha do Mel.
Mandada construir pela Coroa Portuguesa, por volta de 1767, reinando em Portugal D. José I, é o único exemplar de estabelecimento militar do século XVIII existente no Paraná.
Seu objetivo era proteger a "Vila de Paranaguá" e garantir a segurança das fronteiras coloniais.
Dom Luiz Antonio de Souza Botelho Mourão - Morgado de Mateus, Governador e Capitão-Geral da Capitania de São Paulo, sob ordens superiores deu início à política de construção de fortificações pela costa sul da Capitania.

A construção se deu cerca de três anos, tendo sido desgninado o Ten.Cel. Afonso Botelho de Sam Payo e Souza, primo de Dom Luiz Antonio, para administrar as obras.

Construida em cinco lances de muralhas de cantaria, sobre grandes blocos rochosos, tem suas extremidades encostadas no morro.
Os recursos para a construção foram provenientes da "Junta da Fazenda" e da população da "Vila de Paranaguá", que participou com contribuições em dinheiro, mão de obra, materiais e mantimentos.
Em 1770, construída a construção, contava com 12 peças de artilharia e destacamento militar.
traçado da arquitetura, embora siga a rigidez das construções militares, nota-se a preocupação com a estética na presença de elementos decorativos em cantaria que a compõem. Na sua fachada destaca-se: uma grande rocha - florão - esculpida em um único bloco de pedra, o brasão da realeza portuguesa colocado sobre a verga do porão, um grupo de carantonhas e uma placa epigráfica que identifica a fortaleza e seus construtores.








Fonte:Ministério da Cultura
Imagens: Nosso Litoral
Compartilhar Google Plus

Nosso Litoral

Nosso litoral é um blog para divulgar as belezas do litoral paranaense, assim como os costumes, gastronomias, pontos turísticos, hotéis, pousadas, restaurantes, contos, lendas, histórias e muito mais!
    E ai, o que achou?
    Comente com o Facebook